O Município de Pombal e a Infraestruturas de Portugal (IP) vão avançar com a requalificação do IC2, entre as Meirinhas e a cidade de Pombal.

O projecto “Ténis para todos”, que prevê um investimento estimado de 85.614 euros para a colocação de cobertura num campo do Clube de Ténis de Pombal (CTP), venceu a edição de 2017 do Orçamento Participativo (OP) de Pombal com 46,83 por cento da votação (613 votos). A concretização desta proposta “permitirá ao CTP continuar a dar passos sólidos, não só na sua sustentabilidade, mas também no caminho do crescimento significativo”, considera aquela associação, autora do projecto, salientando que avançaram com esta candidatura “precisamente” com o objectivo de “tornar-se num clube de referência desportiva e social a nível nacional”.

Falta de policiamento e aumento de vandalismo. Para os moradores da cidade de Pombal, estas são as razões que justificam os “actos de terrorismo e de pura malvadez” que têm varrido algumas artérias e arruamentos da sede de concelho. Perto de quatro dezenas de viaturas que estavam estacionadas em várias ruas da cidade de Pombal sofreram danos significativos devido a actos de vandalismo que, supostamente, terão sido cometidos, “entre as 4h00 e as 4h30”, por “jovens com roupa escura e com carapuça na cabeça”. Os moradores estão revoltados com esta onda de vandalismo e pedem mais patrulhamento e videovigilância nas ruas. A Polícia de Segurança Pública (PSP) realça que se tratam de actos isolados, nunca antes registados, e assegura que o policiamento foi reforçado.

A obra de reabilitação da antiga fábrica Cerâmica de Conímbriga, em Condeixa, pode ainda avançar este ano, cumpridos que sejam os formalismos tendentes ao financiamento comunitário e efectivado o necessário concurso público para adjudicação da empreitada.

Já estão abertas as candidaturas para o Prémio Literário António Gaspar Serrano, promovido anualmente pela Junta de Freguesia de Pombal. A iniciativa, que vai na sétima edição, pretende incentivar e estimular a produção literária, valorizando o concelho e a sua cultura e tradições, mas também homenagear um “ilustre pombalense” que “muito contribuiu para a cultura da nossa comunidade”, sustentou o presidente daquela autarquia, Pedro Pimpão.

Encravado na Serra de Sicó e rodeado de magníficas paisagens está a nascer em Poios (Redinha) o Explore Sicó, um empreendimento turístico que pretende valorizar o património natural e paisagístico da região, apresentando-se como o ponto de partida para interpretação e exploração deste território. O projecto (inicialmente designado de CIMU Sicó - Centro de Interpretação e Museu da Serra de Sicó) tem andado num “pára-arranca”, mas finalmente parece ter fim à vista. As obras, paradas há alguns meses, deverão ser retomadas este mês e espera-se que o investimento esteja concluído no início de 2019.

O presidente da Câmara Municipal de Pombal, Diogo Mateus, garante que a contaminação das águas na Nascente do Rio Ourão e da Nascente do Rio Anços “tende a regularizar-se sem grandes consequências”. A revelação foi feita na última reunião de Câmara, realizada esta quarta-feira (3), depois do Grupo Protecção Sicó (GPS) ter denunciado, no final de Dezembro, a “poluição não identificada mas visível a olho nu” na nascente do Rio Ourão, na freguesia da Redinha, que abastece os concelhos de Pombal e Soure.