O Jornal TERRAS DE SICÓ faz o seu segundo aniversário. É justíssimo destacar a consistência e o profissionalismo de um pequeno jornal que nasceu para difundir notícias e opiniões à escala sub-regional. Como se imagina, a vida da imprensa regional deverá ser difícil porque, desde logo, com poucos recursos se lhe exige uma qualidade de cobertura e um serviço público de proximidade. Os profissionais deste jornal são um excelente exemplo de desempenho superior, promovendo credibilidade, regularidade e qualidade, no modo como fazem o exercício de jornalismo independente.

O papel dos O.C.S. regional é essencial para as comunidades de menor dimensão. Desde logo, para divulgar o que se faz, o que se passa e, dessa forma, promover território, promover economia e promover transparência, algo essencial para garantir qualidade nas instituições e exigência na sociedade.

Desde a primeira edição que se nota de forma clara que estávamos perante um projecto consistente, baseado na elevada experiência profissional dos accionistas e dos jornalistas que habituados a trabalhar comunicação regional, facilmente construíram um jornal de referência e de confiança. Numa região como esta, constituída pelos concelhos de Ansião, Alvaiázere, Condeixa, Penela, Pombal e Soure, o jornalismo local cumpre um papel essencial, aumentando a amplitude da notícia, tal como faz o Jornal TERRAS DE SICÓ. Tem-se assim afirmado como um jornal generalista que não deixa de analisar politicamente o que se vai passando pelo território, para além de dar ênfase e aumentar a auto-estima das suas populações. Enfim, trata-se definitivamente de um projecto que merece ser acarinhado, até porque definitivamente, nestes dois anos, se transformou num órgão de comunicação onde se destaca a elevada credibilidade e a qualidade do jornalismo. No início, assenti colaborar por amizade, admiração pela ambição e pelo facto de que realmente havia um espaço noticioso por preencher. Hoje, dois anos mais tarde, junto às razões mencionadas, o orgulho de participar de forma singela e cooperar nos seus objectivos. O território, a política local e a nacional, os recursos endógenos da região, as suas principais festividades ou eventos, as pessoas desta sub-região merecem esta aposta. O jornal TERRAS DE SICÓ, por sua vez, merece de todos os nós, uma enorme palavra de reconhecimento e um feliz aniversário, com o desejo de que se continuem a cumprir a os seus propósitos numa região tão especial, como é o nosso território de Sicó.


Paulo Júlio